fbpx
AV Goethe 74 - Caixa Postal 7501  - Porto Alegre, RS - CEP: 90430-970  ‎+55 51 99115-7105

Nós, seres humanos, sempre fomos apaixonados por histórias. Desde os tempos mais remotos, as pessoas se reuniam em rodas ao redor de fogueiras para contar e ouvir causos estranhos. Reais ou fictícias, críveis ou absurdas, nós sempre amamos as histórias.

Histórico

Os antigos contavam histórias mitológicas sobre divindades e criaturas. Muitos filósofos acreditam que isso acontecia com o intuito de dar explicação para aquilo que não conseguia ser explicado na época.

Hércules (Disney, 1997)

Apesar de só terem sido escritos oficialmente pelos Irmãos Grimm e Charles Perrault por volta dos séculos XVII-XIX, os contos de fadas surgiram bem antes, na tradição oral da Idade Média. Existem diversas interpretações, mas uma delas, é de que as histórias eram contadas com o intuito de ensinar às crianças a noção de certo e errado da época. Apesar disso, as versões originais desses contos são quase histórias de terror. Com direito a canibalismo, pedofilia, necrofilia, e outras coisas mais.

Leitura de contos de fadas faz bem para as crianças | VEJA

Branca de Neve e os sete anões (Disney, 1937)

E nós nunca paramos de contar e consumir histórias. Vieram o cinema hollywoodiano, os romances folhetinescos, as revistas pulp, as telenovelas.

Mas afinal, fica o questionamento: por que nós amamos tanto histórias?

Bem, pessoas são diferentes umas das outras. Portanto, cada um vai ter o seu motivo para amar histórias. (por essa você não esperava, hein, haha!)

Brincadeiras a parte, histórias geram empatia. Quando estamos lendo um livro, seja de contos, um romance, ou até uma HQ, nós estamos entrando em contato com personagens que possuem uma realidade própria. Acompanhar essa realidade, seja através de um conto de 2 páginas, ou de um livro de 300, é uma jornada e tanto.

Sentir as emoções, junto com esses personages, estar junto deles em suas trajetórias, curtas ou longas, isso é impagável.

Pra finalizar

Antes de fechar o post, vou deixar aqui a recomendação de três livros pra você se conectar com os personagens e suas histórias.

  • Viajantes do Abismo conta a história de desertos que avançavam cobrindo cidades. A história de um mundo à beira da destruição. Da gente desse mundo, de sua alienação e da violenta guerra em que se perdeu. Esta é a história de uma mulher que fazia curas e de sua amiga, que dirigia um bordel. E de como elas enfrentaram tudo isso. Também é a história do tigre e da menina.Mas para conhecer todas elas, você terá de aceitar o chamado para olhar o futuro. E mergulhar no abismo.
  • Ritos de passagem    conta a história de Ítalo e Érika. Dois amigos que fizeram a promessa de que seriam irmãos desde o primeiro dia de aula. Apesar de ser fácil convencer seus colegas, a distância entre os dois aumenta a cada dia e as lacunas nessa relação dão lugar a sentimentos perigosos…
  • Porém Bruxa  conta a história de Ísis Rossetti. Uma bruxa cujo trabalho é monitorar crimes envolvendo forças sobrenaturais na cidade de São Paulo. Apenas esses. As regras são claras: se não houver magia envolvida, ela não pode intervir. Mas em meio ao caos sufocante da cidade, a vida dos comuns está constantemente em perigo. Não há como não ajudar. Tudo se complica quando, em meio a duas investigações extraoficiais, Ísis recebe uma missão de uma divindade. Ela precisa então reviver questões pessoais que preferiria manter enterradas no passado, guardadas a sete chaves por seus amigos, enquanto tenta lidar com os vigilantes olhos do Corregedor.
Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *