Cesar Alcázar é o autor dos livros “Bazar Pulp – Histórias
de Fantasia, Aventura e Horror” e “A Fúria do Cão Negro”,
além de ter roteirizado as HQs “A Música do Quarto ao Lado”, “O Coração do Cão Negro” e “A Canção do Cão Negro”. Teve contos publicados em inglês pelas revistas Heroic Fantasy Quarterly e Swords and Sorcery Magazine. Idealizador do Porto Alegre Noir. Também atua como editor e tradutor.

Exibindo todos 5 resultados

A Canção do Cão Negro

R$ 39,90 R$ 35,90

Um ano após derrotar o viking Ild Vuur e um monstro de eras imemoriais, Anrath, o Cão Negro, agora comanda seu próprio navio.

Ao lado de Aella, a guerreira, e Rorik, o gigante saxão, ele embarca em uma missão perigosa na Islândia, que irá resultar em um novo confronto com saqueadores vikings.

Porém, esta batalha acabará colocando Anrath nas garras de uma criatura mitológica sedutora e mortal.  

Aos que habitam a escuridão

R$ 29,90 R$ 26,90

Dos recantos mais sombrios da Terra e além, surgem 12 histórias macabras e alucinantes. Um garoto confronta uma presença maligna dentro de sua própria casa durante a ditadura argentina. Uma astronauta se perde entre sonho e realidade em um satélite de Marte. Uma criatura sedenta de sangue aterroriza a Porto Alegre de 1911…“Aos que Habitam a Escuridão e Outras Histórias” reúne todos os contos de Horror e Ficção Científica publicados por Cesar Alcázar entre 2009 e 2015.

O cão negro de Clontarf – Pré-Venda

R$ 39,90 R$ 34,90

O ponto de partida foi a notória Batalha de Clontarf, ocorrida no ano de 1014. Um lendário combate entre vikings e gaélicos pela supremacia da Irlanda. No entanto, Anrath não estava ao lado dos vitoriosos irlandeses comandados por Brian Boru. Raptado ainda criança por saqueadores nórdicos, ele lutou em Clontarf ao lado dos vikings, tornando-se um homem odiado e temido.

Após romper com o bando da qual fazia parte, Anrath percorre a Irlanda como mercenário, sempre perseguido pelo passado.

O Cão Negro de Clontarf narra aventuras recheadas de fantasia bem ao estilo de Robert E Howard. Mas, mais do que isso, ela foca os conflitos de um homem preso a uma vida de violência, da qual não consegue escapar. O protagonista, Anrath, tem um pouco dos samurais de Akira Kurosawa: solitário e melancólico, ele nem sempre está do lado dos vencedores. Um herói mais humano do que o habitual na Fantasia.

O Coração do Cão Negro

R$ 39,90 R$ 35,90

Anrath, o mercenário irlandês conhecido como o “Cão Negro de Clontarf”, é um homem atormentado. Nascido gaélico, foi criado entre os Vikings. O destino fez dele um renegado, um guerreiro condenado a vagar entre duas culturas sem pertencer a nenhuma.

Contratado pelo misterioso Inglês para encontrar o medalhão chamado “Coração de Tadg”, Anrath é envolvido em uma trama de vingança e traição que o levará direto para as mãos de Ild Vuur, o viking, e o fará confrontar horrores além do espaço e do tempo.

Onda de crimes (E-book)

R$ 29,90 R$ 26,90

Atividades suspeitas, tramas macabras, assassinatos misteriosos, desaparecimentos… Nas regiões isoladas e ermas até nas ruas apinhadas das grandes cidades, o crime está sempre à espreita. Reunindo contos de autores do Brasil, Uruguai e Argentina, Onda de Crimes é emoção do início ao fim!

O lado mais sombrio da existência humana está à solta em Onda de Crimes, uma antologia que reúne algumas das principais vozes da Literatura Policial latino-americana atual. Da Argentina, Nicolás Ferraro aborda as agruras de uma jovem que acaba envolvida nas aventuras ilegais do próprio pai. Já seu conterrâneo, Kike Ferrari, mergulha nas tensões da tríplice fronteira entre Paraguai, Argentina e Brasil. Nascido no México, mas radicado no Uruguai, Rodolfo Santullo apresenta uma série de mortes desconcertantes no inverno sombrio de Punta del Diablo. Do Brasil, Cláudia Lemes investe no suspense ao retratar um homem vítima de uma perseguição que não consegue compreender. O feminicídio é a base da história narrada por Paula Bajer, na qual uma mulher suspeita que o vizinho é um assassino. Por fim, Cesar Alcázar mostra que segredos obscuros do passado podem gerar uma explosão de violência.